O universo dos aviões, tecnologias, história e muito mais.

A Boeing conclui a construção do primeiro 777X para testes estáticos

 

A célula do novo Boeing 777X para testes estruturais foi finalizada nas instalações da fábrica em Everett. Serão testadas cargas estruturais em bancada já que a unidade não será usada em voo, nem serão instalados sistemas de aviônica, motores ou conjunto da deriva.
Os testes compreenderão o envergamento das asas com o auxílio de pistões pneumáticos.
Nos 777 mais antigos estes testes alcançaram mais de 8 metros de altura a partir da ponta das asas até o ponto de ruptura.
As asas para o novo 777X são produzidas em material composto de fibra de carbono produzidas por robôs e finalizadas em autoclave.
O primeiro voo do Boeing 777X está previsto para 2019 e em 2020 a empresa norte-americana pretende entregar a primeira unidade ao cliente lançador.

Fonte: Boeing